seg. set 28th, 2020

Job Notícias

Mantendo vocês atualizados

Datafolha: 75% apoiam democracia e 78% dizem que regime militar foi ditadura

2 min read

Pesquisa Datafolha publicada neste sábado (27) indica que 75% dos entrevistados consideram a democracia o regime mais indicado. A pesquisa ouviu 2.016 pessoas, por telefone, nos dias 23 e 24 de junho, e tem margem de erro de dois pontos, para mais ou para menos.

Opinião sobre a democracia:

  • 75% afirmaram que a democracia é sempre melhor que qualquer outra forma de governo
  • 10% responderam que, em certas circunstâncias, é melhor uma ditadura do que um regime democrático
  • 12% disseram que tanto faz se o governo é uma democracia ou uma ditadura.

O número de pessoas que apoiam a democracia é maior do que em dezembro, quando o mesmo instituto havia feito pergunta semelhante e 62% disseram apoiar o regime. Naquela ocasião, 12% aceitavam a ditadura.

A maior variação aconteceu entre aqueles que responderam que tanto faz o regime, uma categoria que teve queda de 22% para 12%.

Segundo o Datafolha, o número obtido agora é o maior desde 1989, quando o instituto começou a aferir este dado.

O pior índice de apoio à democracia aconteceu durante a presidência de Fernando Collor de Mello, em fevereiro de 1992, quando o índice foi de apenas 42%. Em setembro daquele ano, com Collor já afastado do cargo, 23% dos entrevistados disseram apoiar uma ditadura.

A pesquisa fez ainda perguntas sobre as maiores ameaças à democracia no Brasil e obteve as seguintes respostas:

  • 81% acreditam que seja a divulgação de falsas notícias envolvendo políticos e ministros do STF
  • 68% acham que são manifestações de rua de apoiadores do presidente pedindo o fechamento do Congresso e do STF
  • 66% pensam que sejam manifestações nas redes sociais de apoiadores do presidente pedindo o fechamento do Congresso e do STF

Ditadura de 1964

O Datafolha também questionou aos entrevistados se houve ditadura durante o regime militar de 1964. As respostas foram:

  • 78% disseram que houve
  • 13% acreditam que não houve
  • 10% não sabem

A pesquisa quis saber ainda a opinião dos entrevistados sobre o legado de 1964:

  • 62% disseram que a ditadura deixou mais realizações negativas
  • 25% acreditam que a ditadura deixou mais realizações positivas
  • 13% não sabem

Entre os defensores do presidente Jair Bolsonaro, porém, 43% dizem que a ditadura deixou mais coisas positivas do que negativas.

Outro fator a influenciar é a classe social. Os mais ricos tendem a ser mais favoráveis ao regime militar (36%) do que a média, de 12%.

Outro assunto abordado foi o AI-5, o Ato Institucional número 5, que cerceou liberdades e já foi invocado por políticos ligados à presidência, inclusive pelo deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.

O Datafolha questionou se o entrevistado já ouviu falar em AI-5. As respostas foram:

  • 50% sim
  • 49% não
  • 1% não sabe

Em novembro de 2018, o percentual de pessoas que responderam não ao mesmo questionamento foi de 82%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *