seg. set 28th, 2020

Job Notícias

Mantendo vocês atualizados

Ùltimas notícias

6 min read

O número total de mortes no Reino Unido pela Covid-19, a doença causada pelo coronavírus, ultrapassou 10 mil neste domingo (12). Foram mais 737 mortes, elevando o total para 10.612.

O Reino Unido ultrapassou a China em número de casos confirmados e, agora, é o 6º país com mais registro de pacientes com a doença. O dois marcos foram atingidos no mesmo dia em que o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deixou o hospital após ser internado e ficar na UTI por complicações da doença.

“Eu deixei hoje o hospital após uma semana em que o NHS salvou minha vida, sem dúvida. É difícil encontrar palavras para expressar meus agradecimentos”, afirmou o primeiro-ministro.

‘Serei grato para o resto da minha vida’, diz Boris Johnson

‘Serei grato para o resto da minha vida’, diz Boris Johnson

A Espanha registrou, neste domingo, 619 mortes pelo novo coronavírus. A nova alta quebra uma série de três dias de declínio. O número total de mortos pela pandemia de Covid-19 no país já passa de 16,9 mil e o de infectados, de 166 mil.

O balanço da universidade Johns Hopkins até as 20h25 deste domingo mostra que os países com mais casos confirmados de coronavírus são, na ordem: Estados Unidos, Espanha, Itália, França, Alemanha, Reino Unido e China. O Brasil está na 14ª posição.

A Europa pode manter fronteiras fechadas até setembro para evitar nova entrada do novo coronavírus. Desde o dia 17 de março a medida vem sendo adotada pelos membros da União Europeia.

A China anunciou pela segunda vez que não registrou nenhuma morte por Covid-19 neste domingo. Mas o número de casos importados bateu recorde: com mais 97 registros, o país já soma 1.280 casos de infecção entre viajantes vindos do exterior. Segundo os números oficiais, apenas dois casos locais foram registrados nas últimas 24 horas no país.

Na noite de sábado, os Estados Unidos registraram, em 24 horas, 1.920 mortes relacionadas ao novo coronavírus. Testes mostraram que mais de 10% dos 4,8 mil tripulantes do porta-aviões americano “USS Theodore Roosevelt” está com o novo coronavírus. “Cerca de 92% da tripulação foi avaliada. Até o momento, 550 deram positivo, outros 3.673 negativo”, disse à AFP um porta-voz da marinha americana.

Destaques deste sábado:

  • Reino Unido ultrapassa a marca dos 10 mil mortos
  • Boris Johnson deixa hospital após contrair Covid-19
  • China não registra mortos por coronavírus neste domingo
  • Estados Unidos registram mais de 1,9 mil mortes nas últimas 24 horas
  • Papa Francisco celebra missa do Domingo de Páscoa sem a presença de fiéis
  • Estado de emergência na Venezuela é prorrogado por mais 30 dias

Domingo de Páscoa

Páscoa: Papa pede solidariedade global em missa sem público

Páscoa: Papa pede solidariedade global em missa sem público

Na Itália, o Papa Francisco celebrou a missa do Domingo de Páscoa, com a tradicional benção “Urbi et Orbi”. O pontífice pediu união para enfrentar a crise provocada pelo novo coronavírus. Por causa da pandemia, a basílica de São Pedro ficou com as portas fechadas, como aconteceu em todas as cerimônias da Semana Santa no Vaticano.

O país anunciou, neste domingo (12), 431 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o número mais baixo desde 19 de março. É a primeira vez que o número de mortos fica abaixo de 500 por dia.

A Itália é um dos mais atingidos pela pandemia em todo o mundo. Porém, as hospitalizações diminuíram nos últimos dez dias e o ritmo de contágio também caiu consideravelmente.

Na França

O Ministério da Saúde da França informou neste domingo a morte de 561 pessoas por conta do coronavírus. Apesar do declínio em relação ao último balanço, as medidas preventivas seguem. O país agora registra 14.393 óbitos em decorrência da doença.

“Estamos vendo o início de um platô muito alto. Medidas de contenção, o distanciamento físico de no mínimo um metro, o distanciamento social e uma redução drástica no contato estão produzindo seus primeiros efeitos”, afirmou o Ministério da Saúde da França em comunicado.

 Arras, França: padres franceses abençoam os fiéis no domingo de Páscoa nas ruas já que as missas não puderam ser realizadas com a presença de público — Foto: Pascal Rossignol / Reuters

Arras, França: padres franceses abençoam os fiéis no domingo de Páscoa nas ruas já que as missas não puderam ser realizadas com a presença de público — Foto: Pascal Rossignol / Reuters

Punição inovadora

A polícia da Índia inovou na punição de dez turistas que quebraram o confinamento em Rishikesh, cidade na Índia que atrai turistas em busca de retiros de yoga e meditação. Os estrangeiros foram obrigados a escrever 500 vezes uma mensagem de desculpas por infringir as regras do país.

Apesar do confinamento nacional, imposto pelo governo de Narenda Modi no fim de março, os estrangeiros foram abordados pela polícia enquanto andavam por Rishikesh, cidade conhecida por ter sido local do retiro espiritual dos Beatles em 1968.

No país de 1,3 bilhão de habitantes, as pessoas só podem deixar suas casas para atividades essenciais, como comprar comida ou remédio.

Como punição, os turistas, originais de Israel, México, Austrália, Estados Unidos e Áustria, foram obrigados a escrever 500 vezes a frase: “Eu não segui as regras de confinamento e eu sinto muito por isso”, informou o policial Vinod Sharma neste domingo (12).

Neste domingo (12), em Ahmedabad, na Índia, as ruas estão vazias e a população precisa ficar em casa durante o 'lockdown' como medida preventiva contra a Covid-19 — Foto: SAM PANTHAKY / AFP

Neste domingo (12), em Ahmedabad, na Índia, as ruas estão vazias e a população precisa ficar em casa durante o ‘lockdown’ como medida preventiva contra a Covid-19 — Foto: SAM PANTHAKY / AFP

Pelo mundo

O estado de emergência na Venezuela será prorrogado por mais 30 dias, informou a vice-presidente Delcy Rodríguez em um discurso televisionado, anunciando a decisão do presidente Nicolás Maduro. “Temos que continuar perseverando a quarentena, que nosso povo realmente respondeu com grande disciplina e sacrifício”.

Com apenas 19 casos do novo coronavírus confirmados até o momento, o Sudão já se antecipou e anunciou a proibição do trasporte rodoviário entre cidades para impedir o avanço da doença no país.

Arábia Saudita estendeu toque de recolher no país por tempo indeterminado, informou o Ministério do Interior neste domingo.

Até as 18h05 deste domingo, o mundo registrava mais de 1,8 milhão de casos confirmados e mais de 113 mil mortes. Mais de 412 mil se recuperaram da doença, segundo os dados da Johns Hopkins, que monitora os casos.

Confira os números:

  • Nos EUA, há mais de 554 mil casos confirmados e 22.020 mortes
  • Na Espanha, há mais de 166 mil casos confirmados e 17,2 mil mortes
  • Na Itália, são 156,3 mil casos confirmados e 19,9 mil mortes
  • Na França, são 133,6 mil casos confirmados e 14,3 mil mortes
  • Na Alemanha, são 127,5 mil casos confirmados e 2,8 mil mortes
  • No Reino Unido há 85,1 mil casos confirmados e 10,6 mil mortes
  • Na China, são mais de 83 mil casos confirmados e 3,3 mil mortes

–:–/–:–

EUA passam a Itália e se tornam o país com maior número de mortes por coronavírus

EUA passam a Itália e se tornam o país com maior número de mortes por coronavírus

No Brasil

No Brasil, as secretarias estaduais de Saúde divulgaram, neste domingo (12), 22.169 casos e 1.223 mortes, um aumento de 99 óbitos em relação ao último balanço.

O Cristo Redentor se “vestiu” de médico neste domingo (12) de Páscoa em homenagem aos profissionais de Saúde, em meio à pandemia do coronavírus. Um jaleco foi projetado na estátua (veja no vídeo abaixo).

De acordo com a Arquidiocese do Rio, o Abraço de Páscoa especial é para transmitir uma “mensagem de esperança e incentivo durante este delicado momento de pandemia mundial”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *